domingo, 11 de abril de 2010

Estudo dirigido " A porta estreita"

Introdução: Nos tempos de Jesus as portas, realmente, eram demasiado estreitas, e a "porta estreita" pelo qual o Senhor nos diz que teremos que passar, não era de forma alguma uma figura de fantasia. Elas eram geralmente muito estreitas e também baixas, sendo que a expressão "aumentar a porta" significava "tentar ser esperto" ou "exibir-se". A única porta comparativamente larga e alta era a entrada principal da casa, aquela cujas obreiras eram adornadas com o mezuzah (uma pequena caixa cilíndrica, fixada do lado direito da porta) contendo os mandamentos do Senhor (Dt 6:4-9).

1) A IGREJA PRECONIZA OS VALORES MORAIS

a) Jesus nos convida a trilhar o caminho da renúncia:O convite de Jesus para o caminho que conduz a vida tem a porta estreita e o caminho apertado, é um caminho de "renuncia do mundo e de si mesmo" (Mt. 7:13-14).

b) A porta estreita é o caminho da renúncia: É andar por caminho do arrependimento, apartando o precioso do vil (Jr 15.19), deixando o seu "EU" de lado, vivendo Cristo (Gl 2.20 e 6.14)

c) *A Porta estreita é nascer da água e do espírito:* Nascer da água e do espírito se refere ao nascimento espiritual (Jo 3:3), que ocorre com o derramamento do Espírito Santo de Deus sobre nós, que nos restaura e nos regenera (Is 32,15 e Ez 36: 25-27)

2) A PORTA LARGA REPRESENTA A FROUXIDÃO MORAL

a) A porta larga representa o caminho da licenciosidade: É o caminho da desobediência, da sensualidade e da libertinagem.

b) A Porta estreita representa a descentralização do ego: Significa deixar o velho homem morrer, ou seja, a vida de antes da conversão (Rm 6.6 e Cl 3.9)

c) A Porta estreita representa mudança de mentalidade:* Ou seja, mudança de atitudes, valores e estilo de vida, é ser uma nova criatura (2Co 5.17), há necessidade de mudança de comportamento.

3) O SEGREDO DA NOSSA INDENTIFICAÇÃO COM CRISTO

a) O cristão não deve se conformar com a porta larga*: Não devemos nos conformar com o mundo, uma vez que o crente não é deste mundo (Jo 17.15-16), devemos desprezar o que é mal e amar aquilo que é justo (1Jo.2:15-17), pois o verdadeiro crente tem a mente de Cristo (1Co 2:16) e entende a Palavra de Deus.

b) A porta larga anula a autoridade da igreja*: A porta larga dentro da Igreja, a porta da permissividade é um problema sério e deve ser combatido, o mundo dentro da Igreja tira a autoridade da Igreja.

c) A porta larga é o tema central dos falsos mestres*: Falsos mestres dentro da igreja, com suas más conduta e falsas doutrinas devem ser resistidos e excomungados de dentro da igreja (1 Tm 1.20; 2Tm 2.17)

4) A PORTA LARGA PRODUZ IGREJA ESTÉREIS

a) A igreja deve pôr fim ao evangelho da porta larga*: O evangelho tem sido corrompido e o pecado tem abundado na casa de Deus. Nós devemos combater o evangelho da"porta larga" que nos leva a perdição (Mt 7.13)

b) Um igreja enfraquecida não pode impactar uma geração*: O testemunho diz mais que muitas palavras (Mt 5. 13-16), devemos ser sal (o sal tem a capacidade de preservar, por isso o crente deve ser obstáculo à expansão da corrupção no mundo) e luz do mundo (apesar do mundo estar em trevas, a luz de Deus brilha sobre o seu povo Is 60 1-3).

c) Entrar pela porta estreita é se comprometer com Cristo:* É agradar a Deus acima de qualquer coisa. A quem devemos agradar? A Deus ou ao homem? Temos perguntado ao Senhor se o que fazemos como Igreja O agrada? Comprometer-se com Cristo significa obedecer e identificar-se com Jesus,mesmo até à morte, e não simplesmente suportar alguma obrigação específica imposta pelo senhor.(Mt 10.38). É ter sua vida cravada na cruz juntamente com Cristo. E isso, só conseguiremos se entrarmos pela porta estreita.

CONCLUSÃO: O caminho que nos conduz a salvação é estreito e difícil e existe também um limite para ser oferecida a salvação; ela deve ser aceita enquanto a oferta está de pé (Lc; 13.25) e ter tido comunhão social com Jesus e ter ouvido o seu ensino não é o suficiente para garantir a salvação (Lc 13: 26-27).É necessário mesmo entrar pela porta estreita.
(Bibliografia: Revista EBD, Bíblia de Estudo de Genebra e o Livro "A vida diária nos tempos de Jesus" de Henri Daniel-Rops)

2 comentários:

  1. Excelente visão das portas! Parabéns...Continuo te acompanhando!
    PAZ!

    ResponderExcluir
  2. É não tem jeito, só existe um caminho e ele é estreito, Paz!

    ResponderExcluir